sexta-feira, 15 de abril de 2016

PROGRAMAÇÃO DE EXIBIÇÕES E HOMENAGENS DO 9º CURTA TAQUARY


SEGUNDA FEIRA (18 de Abril)
Local: Praça Otto Sailer

18H00
• Mostra Paralela – Infanto-Juvenil
Classificação indicativa: 10 anos

Ao Redor, de Isabella Rosa e Levi Elionai (SP) 7’41’’
Canhain! Uma aventura sinistra, de Luiz Marchetti (MT) 20’
Coisa-Malu, de Paula Cintra Ferreira e Tobias Rezende (SP) 20’
Número e Série, de Jessica Queiroz (SP) 14’52’’
O Menino Invisível, de Danilo Umbelino, Murilo Deolino e Uiran Paranhos (BA) 8’48
Quando Esvazia a Alma, de Leandro Cordeiro (SC) 14’27’’

19H30
• Mostra Paralela – Documentário
Classificação indicativa: 12 anos

A Flor da Cana, de Danilo Tácito, Matheus Arruda, Nuno Aymar e Thiago Monteiro (PE) 22’
Acho Bonito Quem Veste, de Marcelo Coutinho (PB) 9’19’’
Anos de Chumbo, de Daniel Roque e Isadora Cabral (RJ) 1’
Boi Na Linha, de Arthur Dias (BA) 17’18’’
Bola para Seu Danau, de Eduardo Souza Lima (RJ) 6’23’’
Cartas, de Pietro Santurbano (SP) 5’32’’
Coroas, de Isaac Donato e Marília Cunha (BA) 14’
De Magrela, de Marcelo Lin (MG) 3’08’’
Identidade audiovisual, de Alunos da Escola de cinema de Quixadá (CE) 5’53’’
Mascaras do Nilo, de Murilo Deolino e Lorena Sales (BA) 7’33’’
O Preço, de Alvaro Costa e Wellington Amorim (SP) 18’20’’
Santeros, de Rafael Mazza e Renata Magioli (RJ) 13’38’’
Sexta-feira, de Gian Orsini (PB) 11’05’’

22H00
• Mostra Paralela – Outros Olhares
Classificação indicativa: 14 anos

À Primeira vista, de Priscila Martinho (RJ) 3’56”
Aquela estrada, de Rafael Ramos (AM) 15’08’’
Cena, de Marcelo Quixaba, Odécio Antonio, Deborah Ingrid e Suzy Lopes (PB) 10’06’’
Dias e Dias, de Getulio Ribeiro e Melise Fremiot (RJ) 18’08’’
Distante, de Arthur S. Gadelha (CE)  7’16”
Hiperidrose, de Pedro Henrique (CE) 12’19”
Macumbá, de Tony Rodrigues (PE) 13’48”
Pequenas órbitas, de Duda Las Casas (RJ) 1’37’’
Quitéria, de Márcio Câmara (CE) 19’53’’
Vivi, de Catarina Doolan e Julio Castro (RN) 14’32’’
Wendigo, de Luciano Evangelista (GO) 3’40’’

00H00
• Mostra Paralela – Curta à Meia Noite
Classificação indicativa: 16 anos

O que teria acontecido ou não naquela calma e misteriosa tarde de domingo no jardim zoológico, de Gugu Seppi e Allan Souza Lima (RJ) 15’
O Suicídio, de Márcio Trigo (RJ) 3’
Sede, de Nicolas Toniollo (SP) 1’12’’
Símile, de Júlio César Mahr (GO) 4’40’’
Tigre Tigre, de Felipe de Amorim (SP) 8’24’’


TERÇA FEIRA (19 de Abril)
Local: Praça Otto Sailer

19H00
• Mostra Paralela – Sessão Especial
Classificação indicativa: 12 anos

Entre o traço e a luz, de Zeca Ferreira (RJ) 13’47’’
Milagres, de Adalberto Oliveira (PE) 20’20’’
Para onde foram as andorinhas, de Mari Corrêa (SP) 20’
Senhora L, de Artur Ianckievicz (PR) 17’08’’
Sobre Nós, de Miguel Moura (RJ) 14’49’’

20H30
• Mostra Paralela – Diversidade
Classificação indicativa: 14 anos

Ruan, de Fellipe Chargel e Felipe Herrmann (AL) 7’14’’
Cabra-Macho, de Charles C. S. Ferreira & Leonardo Grecco (SP) 10’21’’
Carne nua, de Luan Moreno (RJ) 12’
Ainda Não Lhe Fiz Uma Canção de Amor, de Henrique Arruda (RN) 15’51’’

21H30
• Mostra Paralela – Curtas Fantásticos
Classificação indicativa: 16 anos

Domingos, de Jota Bosco (PE) 11’35’’
Soberania. RJ, de Gabriel de Moura (RJ) 3’16’’
Flerte, de Samuel Mariani (SP) 2’40’’
O último engolervilha II, de Marão, Jackson Abacatu, Wesley Rodrigues, Luah Garcia, Pamella     Araújo, Camila Kauling, Guto BR, Rüsben, Ianah Maia, Giovanna Guimarães, Jirair Garabedian, Yurii Custodio, Rosana Urbes e Mauricio Castaño (RJ) 12’43’’
Três dentes de ouro, de Diego Lara (SC) 17’50’’
Repolho, de Alexander S. Buck (ES) 8’08’’

22H30
• Mostra Paralela – Curta à Meia Noite
Classificação indicativa: 16 anos

Ataque Blues, de André Dias (CE) 4’58’’
Ateliê, de Victor Giannotti (SP) 12’50’’
Intervenção, de Pedro Maia de Brito (PE) 4’02’’
Janela de Naim, de Daniel Leite Almeida (BA) 3’20’’
 Adentro, de Joedson Silva (PE) 6’17”
 Cinefilía, de Murate Azevedo e Leonardo Hutamárty (PE) 20’30’’

QUARTA FEIRA (20 de Abril)
Local: Praça Otto Sailer

18H00
• Mostra Paralela – Infantil
Classificação indicativa: LIVRE

A culpa é do Neymar, de João Ademir (RJ) 10’47’’
Hora do Lanchêêê, de Claudia Mattos (RJ) 14’48’’
Meu Pequeno Herói Não Sabe Voar, de Pedro Jorge (SP) 19’
Sansão, de David de Azevedo Miranda (MG) 15’

19H00
• Mostra Paralela – Animação
Classificação indicativa: LIVRE

A Chegada de Aninha, de Rosa Berardo (GO) 11’10’’
A Perna cabeluda, de Yoga Viana (PE) 1’10
All About Jazz, de Isabella Scovino (RJ) 3’20’’
Máscara de Papel, de Isabela Fernandes, Ninna Gomes e Vinícius Marques (PE) 1’15
Matiz, de Jackson Abacatu (MG) 4’10’’
Retirantes, de Maíra Coelho (RS) 13’24’’

19H30
Homenagem a atriz Hermila Guedes

19H45
• Mostra Competitiva Nacional
Classificação indicativa: 16 anos

O Quebra Cabeça de Tarik, de Maria Leite (MG) 20’
Coração Pela Boca, de Bruno Autran (SP) 11’36
Mata Norte, de Tuca Siqueira (PE) 20’
Olhos de Arthur, de Allan Deberton (CE) 15’08’’
Pássaro tempo, de Américo Filho (PB) 1’
O homem que virou armário, de Marcelo Ikeda (CE) 20’
Lúcida, de Fabio Rodrigo e Caroline Neves (SP) 15’59’’
Os filmes que moram em mim, de Caio Sales (PE) 13’56’’
Ainda me sobra eu, de Taciano Valério (PE) 15’11’’

22H00
• Mostra Paralela – Documentário
Classificação indicativa: 12 anos

Sala de Reboco - A História de Zé Marcolino, de Ana Célia Gomes (PB) 20’
Som do Morro, de Diana Coelho e Helio Ronyvon (RN) 11’26’’


QUINTA FEIRA (21 de Abril)
Local: Praça Otto Sailer

18H00
• Mostra Paralela – Curtas Fantásticos
Classificação indicativa: 14 anos

Caçando nas Horas Mortas, de Gemerson Sander (MG) 8’56’’
Considerações sobre fumaça e musgo, de Artur Miranda (RJ) 10’08’’
Relicarium, de William de Oliveira (PR) 15’03’’
Os Mortos, de Jhésus Tribuzi (PB) 24’38’’


19H00
Homenagem a cineasta Rosana Urbes

19H20
• Mostra Competitiva – Primeiros Passos
Classificação indicativa: 14 anos

Do lar, de Erik Gasparetto (SP) 16’27’’
Véspera, de Ana Lucia Pitta e Rodrigo Souza (MG) 17’46’’
Megatron, de Evandro D'Hipolito (PR) 15’
Pedro, de Pedro Borges (RN) 2’33
Praça de Guerra, de Ed Junior (PB) 19’
Não se vive por nada, de Rafael Bertelli (PR) 9’
Exílio, de Pedro Bughay (RS) 15’07’’


21H00
• Mostra Paralela – Olhar Feminino
Classificação indicativa: 14 anos

Família Tropa Trupe – O Circo Enquanto Vida, de Babi Baracho e Diana Coelho (RN) 16’15’’
Velhos Tempos, de Kalyne Almeida (PB) 10’47’’
Maria, de Carol Correia (PE) 13’21’’
Ponto Final, de Andréa Cohim (PE) 20’05’’
Os Segredos que a Cal Esconde, de Luana Cabral e Luciana GB (ES) 13’46’’

22H30
• Mostra Paralela – Outros Olhares
Classificação indicativa: 16 anos

O Dia da Santa, de Cassio Hazin (RN) 25’41’’

• Mostra Paralela – Curta à Meia Noite
Classificação indicativa: 16 anos

O Clinche, de Thomaz Costa (CE) 7’51’’
Rua Cuba, de Filipe Marcena (PE) 20’
Irma - Era uma vez no Sertão, de Camilla Lapa e Lorena Arouche (PE) 20’07’’



SEXTA FEIRA (22 de Abril)
Local: Praça Otto Sailer

• Mostra Competitiva – Dália da Serra
Classificação indicativa: 12 anos

Abra Esta Porta, de Danielle Rosa e Lucas Camargo (SP) 7’47’’
Amargo da cana, de Van Pereira, Suellen Ramos e Wellynghton de Oliveira (PB) 13’09’’
Assombrassão, de 1° Ano C da Escola Ministro José Américo de Almeida (PB) 1’35’’
Ato, direção coletiva (PE) 10’
Bumba Meu Jaraguá, de Ydá Pires, Roseane Monteiro, Lara Martiliano, Leonardo Jorge, Jéssica P. da Conceição, Herbson Melo, Emerson Pereira, Amanda Madeiro e Amanda Duarte. (AL) 9’
O Lamento de um sertanejo, de Ezequiel Ollyveira (PE) 5’17’’
Sem água só mágoa, de Alunos da Escola de cinema de Quixadá (CE) 5’12’’
Tem Wi-Fi?, de Coletivo (PE) 2’47’’
Viva o Cedro!, de Alunos da Escola de cinema de Quixadá (CE) 9’05’’

19H00
Homenagem a cineasta Katia Mesel

19H15
Cerimônia de premiação


quinta-feira, 14 de abril de 2016

HERMILA GUEDES, ROSANA URBES E KATIA MESEL SERÃO HOMENAGEADAS NO 9° CURTA TAQUARY



   

Festival de curtas-metragens ocorre entre os dias 18 e 22 de abril, em Taquaritinga do Norte, em Pernambuco, e exibirá mais de 140 filmes

       Faltando pouco menos de uma semana para o inicio, a coordenação do Curta Taquary divulgou os nomes dos homenageados da nona edição do festival internacional de curtas-metragens. As futuras premiadas pela contribuição a sétima arte serão a atriz Hermila Guedes, a ilustradora e produtora Rosana Urbes e a cineasta Katia Mesel. A mostra vai ocorrer entre os dias 18 e 22 de abril, em Taquaritinga do Norte, no agreste pernambucano. Em outras edições, o festival já homenageou figuras importantes como Marcélia Cartaxo, Marcelo Gomes e Camilo Cavalcante.


       A atriz pernambucana Hermila Guedes também receberá a homenagem do Curta Taquary pela sua contribuição ao cinema. Em sua trajetória cinematográfica recebeu diversos prêmios, o primeiro logo aos 20 anos como Melhor Atriz no curta O Pedido, no 4° Festival de Cinema de Pernambuco e no 10° Cine Ceará. No filme O Céu de Suely (2006), conquistou o Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro como Melhor Atriz e Revelação. Pela atuação na obra, também foi agraciada com o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Havana, no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, no Festival do Rio e na Associação Paulista dos Críticos de Arte. Além disso, recebeu prêmios com as produções Boca (2012) e Era Uma Vez Eu Verônica (2012). Na televisão atuou em Por Toda a Minha Vida – Elis Regina, em 2007, Ciranda de Pedra, em 2008, Amor Eterno Amor, em 2012, entre outras.


     A pernambucana Katia Mesel, arquiteta, artista gráfica e cineasta, possui, ao longo de sua trajetória, mais de 300 documentários realizados. Todos produzidos em variados modelos de apresentação, mídias, categorias e formatos. Grande parte de seu trabalho apresenta a cultura nordestina, mas também há produções realizadas em diversos estados brasileiros e no exterior. Um dos destaques de sua carreira é que foi a primeira mulher, atuando como cineasta, a participar de um festival de cinema nacional, a II Jornada de Cinema da Bahia, em 1973. Entre seus trabalhos, o documentário em curta-metragem Recife de Dentro Pra Fora, filmado em 35mm, recebeu inúmeros prêmios na década de 90. Além disso, atuou como curadora, palestrante, júri, e, também, recebeu diversas homenagens em outros festivais.


      Outra figura com importantes contribuições é a paulista Rosana Urbes. Autora do curta-metragem Guida, a produção foi a mais premiada do Festival Anima Mundi, quem ocorreu em São Paulo, em 2014. Recebeu o prêmio de Júri Popular, o Prêmio Canal Brasil, Melhor Curta Brasileiro, Prêmio BNDS e Melhor Curta do Festival. Primeira mulher a vencer o Anima Mundi na categoria Melhor Curta-Metragem, Rosana é ilustradora, animadora e storyboard artist.  O Curta Guida ainda rendeu outros prêmio a diretora, como a menção honrosa pela Fipresci (Federação Internacional dos Críticos de Cinema) no Festival de Annecy e o prêmio “Jean-Luc Xiberras” de primeiro filme para a diretora.  Seu sucesso não é apenas no Brasil, a artista trabalhou durante oito anos nos estúdios Disney. Por lá, colaborou na produção de filmes como Mulan (1998), A Nova Onda do Imperador (2000), Lilo & Stich (2002), entre outros.

terça-feira, 5 de abril de 2016


9°CURTA TAQUARY DIVULGA FILMES SELECIONADOS DA PROGRAMAÇÃO OFICIAL

Foram escolhidos 146 filmes de 34 países para o festival que ocorre entre os dias 18 e 22 de abril, em Taquaritinga do Norte, Pernambuco

A coordenação do Curta Taquary divulgou a seleção de curtas-metragens participantes da nona edição do festival. Ao todo, foram inscritos 502 filmes e 146 foram selecionados, sendo 106 produções brasileiras. Um fato que merece destaque, é que do total, 61 curtas são dirigidos por mulheres. Também chama atenção a diversidade e notoriedade do festival, já que foram escolhidas produções de 16 estados brasileiros e 34 países de cinco continentes do globo. O 9° Curta Taquary ocorre entre os dias 18 e 22 de abril, em Taquaritinga do Norte, Pernambuco. Nesta edição, o festival terá três mostras competitivas: Competitiva Nacional, Primeiros Passos e Dália da Serra. Além disso, terá onze mostras paralelas: Olhar Feminino, Diversidade, Curtas Fantásticos, Curta à Meia Noite, Sessão Especial, Outros Olhares, Animação, Infantil, Infanto Juvenil, Documentário e Internacional. As sessões irão ocorrer na Praça Otto Sailer, no centro de Taquaritinga, e em escolas públicas.

Confira todos os curtas-metragens selecionados em cada categoria:

·        Mostra Competitiva Nacional

Ainda me sobra eu, de Taciano Valério (PE)
Coração Pela Boca, de Bruno Autran (SP)
Lúcida, de Fabio Rodrigo e Caroline Neves (SP)
Mata Norte, de Tuca Siqueira (PE)
O homem que virou armário, de Marcelo Ikeda (CE)
O Quebra Cabeça de Tarik, de Maria Leite (MG)
Olhos de Arthur, de Allan Deberton (CE)
Os filmes que moram em mim, de Caio Sales (PE)
Pássaro tempo, de Américo Filho (PB)

·        Mostra Competitiva – Primeiro Passos

Do lar, de Erik Gasparetto (SP)
Exílio, de Pedro Bughay (RS)
Megatron, de Evandro D'Hipolito (PR)
Não se vive por nada, de Rafael Bertelli (PR)
Pedro, de Pedro Borges (RN) 
Praça de Guerra, de Ed Junior (PB)
Véspera, de Ana Lucia Pitta e Rodrigo Souza (MG)

·        Mostra Competitiva – Dália da Serra

Abra Esta Porta, de Danielle Rosa e Lucas Camargo (SP)
Amargo da cana, de Van Pereira, Suellen Ramos e Wellynghton de Oliveira (PB)
Assombrassão, de 1° Ano C da Escola Ministro José Américo de Almeida (PB)
Ato, de coletivo (PE)
Bumba Meu Jaraguá, de Ydá Pires, Roseane Monteiro, Lara Martiliano, Leonardo Jorge, Jéssica P. da Conceição, Herbson Melo, Emerson Pereira, Amanda Madeiro e Amanda Duarte. (AL)
O Lamento de um sertanejo, de Ezequiel Ollyveira (PE)
Sem água só mágoa, de Alunos da Escola de cinema de Quixadá (CE)
Tem Wi-Fi?, de Coletivo (PE)
Viva o Cedro!, de Alunos da Escola de cinema de Quixadá (CE)

·        Mostra Paralela – Olhar Feminino

Família Tropa Trupe – O Circo Enquanto Vida, de Babi Baracho e Diana Coelho (RN)
Maria, de Carol Correia (PE)
Os Segredos que a Cal Esconde, de Luana Cabral e Luciana GB (ES)
Ponto Final, de Andréa Cohim (PE)
Velhos Tempos, de Kalyne Almeida (PB)

·        Mostra Paralela – Sessão Especial

Entre o traço e a luz, de Zeca Ferreira (RJ)
Milagres, de Adalberto Oliveira (PE)
Para onde foram as andorinhas, de Mari Corrêa (SP)
Senhora L, de Artur Ianckievicz (PR)
Sobre Nós, de Miguel Moura (RJ)
         
·        Mostra Paralela – Curta à Meia Noite

Adentro, de Joedson Silva (PE)
Ataque Blues, de André Dias (CE)
Ateliê, de Victor Giannotti (SP)
Cinefilía, de Murate Azevedo e Leonardo Hutamárty (PE)
Intervenção, de Pedro Maia de Brito (PE)
Irma - Era uma vez no Sertão, de Camilla Lapa e Lorena Arouche (PE)
Janela de Naim, de Daniel Leite Almeida (BA)
O Clinche, de Thomaz Costa (CE)
O que teria acontecido ou não naquela calma e misteriosa tarde de domingo no jardim zoológico, de Gugu Seppi e Allan Souza Lima (RJ)
O Suicídio, de Márcio Trigo (RJ)
Rua Cuba, de Filipe Marcena (PE)
Sede, de Nicolas Toniollo (SP)
Símile, de Júlio César Mahr (GO)
Tigre Tigre, de Felipe de Amorim (SP)

·        Mostra Paralela – Animação

A Chegada de Aninha, de Rosa Berardo (GO)
A Perna cabeluda, de Yoga Viana (PE)
All About Jazz, de Isabella Scovino (RJ)
Máscara de Papel, de Isabela Fernandes, Ninna Gomes e Vinícius Marques (PE)
Matiz, de Jackson Abacatu (MG)
Retirantes, de Maíra Coelho (RS)

·        Mostra Paralela – Curtas Fantásticos

Caçando nas Horas Mortas, de Gemerson Sander (MG)
Considerações sobre fumaça e musgo, de Artur Miranda (RJ)
Domingos, de Jota Bosco (PE)
Flerte, de Samuel Mariani (SP)
O último engolervilha II, de Marão, Jackson Abacatu, Wesley Rodrigues, Luah Garcia, Pamella Araújo, Camila Kauling, Guto BR, Rüsben, Ianah Maia, Giovanna Guimarães, Jirair Garabedian, Yurii Custodio, Rosana Urbes e Mauricio Castaño (RJ)
Os Mortos, de Jhésus Tribuzi (PB)
Relicarium, de William de Oliveira (PR)
Soberania. RJ, de Gabriel de Moura (RJ)
Três dentes de ouro, de Diego Lara (SC)
Repolho, de Alexander S. Buck (ES)

·        Mostra Paralela – Diversidade

Ainda Não Lhe Fiz Uma Canção de Amor, de Henrique Arruda (RS)
Cabra-Macho, de Charles C. S. Ferreira & Leonardo Grecco (SP)
Carne nua, de Luan Moreno (RJ)
Ruan, de Fellipe Chargel e Felipe Herrmann (AL)

·        Mostra Paralela – Documentário

A Flor da Cana, de Danilo Tácito, Matheus Arruda, Nuno Aymar e Thiago Monteiro (PE)
Acho Bonito Quem Veste, de Marcelo Coutinho (PB)
Anos de Chumbo, de Daniel Roque e Isadora Cabral (RJ)
Boi Na Linha, de Arthur Dias (BA)
Bola para Seu Danau, de Eduardo Souza Lima (RJ)
Cartas, de Pietro Santurbano (SP)
Coroas, de Isaac Donato e Marília Cunha (BA)
De Magrela, de Marcelo Lin (MG)
Identidade audiovisual, de Alunos da Escola de cinema de Quixadá (CE)
Mascaras do Nilo, de Murilo Deolino e Lorena Sales (BA)
O Preço, de Alvaro Costa e Wellington Amorim (SP)
Santeros, de Rafael Mazza e Renata Magioli (RJ)
Sexta-feira, de Gian Orsini (PB)
Som do Morro, de Diana Coelho e Helio Ronyvon (RN)
Sala de Reboco - A História de Zé Marcolino, de Ana Célia Gomes (PB)

·        Mostra Paralela – Infantil

A culpa é do Neymar, de João Ademir (RJ)
Hora do Lanchêêê, de Claudia Mattos (RJ)
Meu Pequeno Herói Não Sabe Voar, de Pedro Jorge (SP)
Sansão, de David de Azevedo Miranda (MG)

·        Mostra Paralela – Infanto-Juvenil

Ao Redor, de Isabella Rosa e Levi Elionai (SP)
Canhain! Uma aventura sinistra, de Luiz Marchetti (MT)
Coisa-Malu, de Paula Cintra Ferreira e Tobias Rezende (SP)
Número e Série, de Jessica Queiroz (SP)
O Menino Invisível, de Danilo Umbelino, Murilo Deolino e Uiran Paranhos (BA)
Quando Esvazia a Alma, de Leandro Cordeiro (SC)

·        Mostra Paralela – Outros Olhares

À Primeira vista, de Priscila Martinho (RJ)
Aquela estrada, de Rafael Ramos (AM)
Cena, de Marcelo Quixaba, Odécio Antonio, Deborah Ingrid e Suzy Lopes (PB)
Dias e Dias, de Getulio Ribeiro e Melise Fremiot (RJ)
Distante, de Arthur S. Gadelha (CE)
Hiperidrose, de Pedro Henrique (CE)
Macumbá, de Tony Rodrigues (PE)
O Dia da Santa, de Cassio Hazin (RN)
Pequenas órbitas, de Duda Las Casas (RJ)
Quitéria, de Márcio Câmara (CE)
Vivi, de Catarina Doolan e Julio Castro (RN)
Wendigo, de Luciano Evangelista (GO)



Festival Internacional Curta Taquary
          Idealizado por Alexandre Soares, diretor e curador do festival, o Curta Taquary teve início em 2005. Reúne artistas, ativistas e amantes da sétima arte em Taquaritinga do Norte, no agreste pernambucano, com a proposta de apresentar uma grande diversidade de curtas-metragens nacionais e internacionais ao público da região. Desde a primeira edição o festival já apresentou mais de 1200 curtas para mais de 40 mil pessoas. Neste ano, o oitavo Curta Taquary, além das mostras competitivas, terá uma programação com seminários, oficinas e palestras, sempre com entrada franca. O projeto tem incentivo/patrocínio da Funcultura, Governo do Estado de Pernambuco, Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco, Fundação do Patrimônio histórico e artístico de Pernambuco.

SERVIÇO:
Filmes Selecionados 2016
9° Curta Taquary
De 18 a 22 de abril de 2016
Taquaritinga do Norte – Pernambuco – Brasil
www.curtataquary.com

ASSESSORIA DE IMPRENSA:
Adriano Cescani e Robledo Milani
Phosphoros Novas Ideias
Porto Alegre – Rio Grande do Sul – Brasil
(51) 3012.6810 – (51) 8184.1561
phosphoros@phosphoros.com.brwww.phosphoros.com.br